sexta-feira, 27 de março de 2015

Razões e motivos

dás-me uma razão
tão breve como húmida
entreaberta nos teus lábios

dás-me um motivo              
tão justo como quente    
na circunferência da minha língua na tua

entre motivos e razões o teu abraço é âncora 
a estrada no teu corpo onde viajam os meus dedos





Sem comentários: